dicas da turquia, istambul, capadocia, compras em istambul
6
dez/2013
Os encantos da Turquia

Olá, meus amores. Tudo bem com vocês? Hoje queria falar um pouco da minha viagem para Istambul e Capadócia, realizada em outubro deste ano, onde comemorei meu aniversário. Foram dez dias maravilhosos, mágico e inesquecíveis. Se eu fosse escrever sobre todos os lugares encantadores da Turquia, seriam necessários vários e vários posts, mas farei o possível para falar sobre  as principais atrações.

mesquita-azul
1

Sempre sonhei em conhecer a Turquia, confesso que depois da novela Salve Jorge, desencantei. A sensação é que já tinha visto tudo, fora a conotação do tráfico de mulheres, isso tudo me fez perder o encanto. A novela chegou ao fim e a minha paixão reascendeu. Para minha surpresa, foi a melhor viagem que eu e minha família já fizemos. 3 spice-market turquia2 Não por acaso, é a única cidade do mundo dividida entre dois continentes, a Ásia e a Europa. Palácios, mesquitas, banhos turcos, restaurantes, museus, e muitas comprinhas no Mercado das Especiarias e Grand Bazaar, com suas 4 mil lojas e 18 entradas, distribuídas por uma rede de passagens, formando quase 60 ruas, um verdadeiro labirinto onde se vende de tudo, luminárias, narguilés, roupas, jóias, tapetes, almofadas, louças, cerâmicas e muitaaaa, muita falsificação. Falsificação e moda em Istambul Um festival de bolsas e sapatos fake, das maiores grifes internacionais são abertamente comercializadas, sem a mínima cerimônia. Muitas das roupas de grifes conhecidas são fabricadas na Turquia. O algodão turco é muito bom, também o couro. A mão-de-obra local entende esses materiais. Como na China, disso saem duas conseqüências: muitas falsificações/cópias/réplicas e a estagnação da criatividade local.  A moda festa, em especial, é de uma euforia carnavalesca. Tudo o que há de discrição no dia-a-dia é compensado no brilho dos vestidos de noite. Não há fendas ou decotes, o que sobra são cristais, drapeados, babados, rendas, saias bufantes. Tudo ao mesmo tempo. Os vestidos de noiva são dignos da Sapucaí. Grand-Bazaar_Shop O roteiro da nossa viagem foi planejado pela Tessatour, agência que atende minha família há muitos anos, saímos do Brasil com muitas dicas, o que facilitou e fez com que não perdêssemos tempo. Recomendo a quem estiver indo pela primeira vez, elaborar um planejamento mínimo dos lugares a serem visitados. O roteiro sugerido a seguir é ideal para quem pretende passar quatro dias em Istambul, tempo suficiente para conhecer com bastante calma as principais atrações turísticas da cidade. Mercado das Especiarias e o Grand Bazaar No meu primeiro dia em Istambul me dediquei a conhecer o Mercado das Especiarias e o Grand Bazaar, um dos maiores mercados cobertos do mundo, onde o verbo que mais se conjuga, é o “pechinchar”, no inicio é uma delícia, se você é bom negociante vai pagar 1/5 do preço ofertado. Eu começava oferecendo 50% do valor, se o vendedor aceitasse na primeira investida, eu ofertava 70%, mas se ele fizesse uma cara feia e não oferecesse uma contra proposta, saia devagar e partia para a uma nova pechincha. Em lojas de departamento, shoppings, etc, não pega muito bem negociar: no máximo pergunte educadamente se há algum desconto na hora de pagar no caixa, uma pechincha de leve (ahahahah)   porcelana-turca O turco é hospitaleiro e dificilmente perde uma venda, se você é bom de barganha, o Grand Bazaar e o Mercado das Especiarias é o seu lugar. Não esqueça de pedir um brinde ao final da compra, essa é a melhor parte. Ganhei muito olho turco, amuletos, chaveiros e amostra de perfumes que dei de presente aos amigos no Brasil. Entre uma compra e outra, uma xícara de chá com os vendedores e muitos doces turcos para justificar a pechincha. O melhor é o chamado Turkish Delight, uma espécie de gelatina com pistache dentro, que eles fazem questão de servir aos clientes, tudo recheado de muita conversa e negociação. carol-felippi Após a visita ao Grand Bazaar, seguimos para o segundo famoso roteiro de compras, o Mercado das Especiarias (Spice Market) ou Mercado Egípcio, como também é conhecido. Esse foi o meu favorito, o paraíso dos chefes de cozinha (eu não sei cozinhar, mas o marido fez a festa), muito tempero, condimentos orientais, doces, frutas secas e muita guloseima. Aqui, pode cheirar e apreciar as especiarias com toda a tranqüilidade e  a simpatia dos turcos, sempre oferecendo com muito orgulho a degustação de suas iguarias.  O chá de maçã é obrigatório e a azeitona apimentada é imperdível. Pela minha cara, nota-se que eles carregaram na pimenta ahahahah azeitona-turca The-Grand-Bazaar-of-Istanbul- degustação turco

doces-turco

baklava-jornalistaabordo mercado-das-especiarias turquia-grande-bazar

Para fechar com chave de ouro a minha visita ao Mercado das Especiarias, as duas foto mais polêmica do instagram. Será que eles aprovaram? rsmelhor-foto-da-viagem

 

rua-istambul

Bairro da Moda: Nisantasi O Hotel onde estávamos hospedados ficava no bairro de Nisantasi, conhecido como o bairro fashion de Istambul, situado no coração da moda e pertinho do Estreito de Bósforo, freqüentado pelo jet set local. Lá estão a Louis Vuitton, Gucci, Prada, Max Mara, Zara, Tiffany´s, Chanel, Chloé, Proenza Schouler, Jimmy Choo, YSL, MAC, Zara e várias outras grifes. Para bater perna o melhor lugar é a área de Taksin Square, mais precisamente na rua Istiklal Caddesi, onde encontram-se uma infinidade de bares, lojas e restaurantes com um movimento incrível de dia e a noite. A gente viaja para passear, adquirir cultura,conhecer coisas novas, descansar, mas não dá para negar que a hora das compras também é uma delícia, concordam?

Nisantasi   Louis_Vuitton_ISTANBUl

Sultanahmet Se você nunca foi a Istambul, a ordem é se perder  pelas ruas do bairro antigo, Sultanahmet. E é lá que você vai ver uma das paisagens mais bonitas da cidade: de um lado, a Mesquita Azul, do outro, a Santa Sofia. Essa última, aliás, é um dos pontos turísticos mais curiosos da cidade. Nascida como uma igreja, no século VI, foi depois uma mesquita do império otomano e hoje

é IMG_3325   carol-felippi

Cruzeiro no Bósforo O Estreito de Bósforo corta Istambul por 35 km, dividindo a cidade entre os lados asiático e europeu. É o estreito que liga o Mar de Mármara ao Mar Negro. Pode parecer estranho, mas 95% da população está do lado asiático, para onde poucos turistas vão. Aliás, se não tiver a chance de colocar pelo menos um pé no outro continente, o passeio pelo Bósforo é quase uma obrigação. A maioria tem duração de uma hora e permite ao visitante entender um pouco da geografia local. Você também vai ver os belíssimos palácios otomanos que ficam nas margens, como o Dolmabahçe e o Hotel Ciragan Palace, um cinco estrelas que servia de residência para o sultão Mahmutt II. bosforo

bosforo (2)

Palácio Topkapi

O palácio onde diversos sultões otomanos viveram entre os séculos 15 e 19 é um deslumbre e merece a dedicação de pelo menos meio dia. Entre os jardins e pátios do Palácio de Topkapi (de alguns se tem uma bela vista para o mar), distribuem-se vários pavilhões, entre os quais estão os cômodos onde se desenrolava a vida dos habitantes do palácio e também salas que guardam o tesouro dos soberanos.
Topkapi

topkapi-mar

 

Mesquita Azul
Atravessando a praça Sultanahmet chega-se à bela Mesquita Azul, outro símbolo de Istambul. Seu nome original é Mesquita de Sultanahmet, mas ela é popularmente conhecida como Mesquita Azul pois é coberta por mais de 20 mil azulejos azuis. É a única mesquita da cidade com seis minaretes e ainda é muito utilizada pelos muçulmanos para orações. Na Mesquita Azul, as mulheres devem cobrir a cabeça com um manto em sinal de respeito.

mesquita-azul

mesquita-azul-istambul

Ortaköy e Bebek

Ortkö é um dos bairros mais animados para sair à noite em Istambul. Localizado na região de Besiktas, conta com muitos bares cujas mesas nas calçadas dividem espaço com feirinhas de artesanato. Tudo às margens do Bósforo. Há opções para todos os gostos e bolsos. Ortaköy abriga a maioria das universidades de Istambul e por isso há grande quantidade de gente jovem e bonita circulando pelas ruas. Mais à frente está Bebek, mais descolado e com menos turistas. É para lá que muitos moradores locais vão e, por isso, é também mais exclusivo. Os bares mais disputados tem hostess na porta que selecionam a clientela. Mas vale a pena.

Restaurantes em Istambul: comendo como um sultão

A culinária turca é sensacional, repleta de aromas, sabores e muito condimento. Carnes misturadas a pimentões, pimentas assando em espetos gigantes, döner, o que chamamos no Brasil de churrasco grego e pratos com muita berinjela. Os turcos sabem como ninguém apreciar uma boa comida e isso independe da classe social.

360º Istambul
Em nossa primeira noite, optamos por jantar no badalado restaurante 360º , localizado no alto de um edifício do séc. 19, com cozinha contemporânea e vista deslumbrante para o estreito de Bósforo, a Basílica de Santa Sofia e o Mar de Mármara. Além disso, muita gente bonita e descolada, que se esbalda ao som de DJ´s famosos que animam o local. Durante o jantar no 360, quando menos se espera, as luzes se apagam e acontece um pequeno show no centro do restaurante.É sempre bom fazer reserva para jantar. Pode fazer por e-mail ou pedir para seu hotel ligar.
Endereço:( Istiklal Cad. Mısır Apt. Kat 8, No:311 Beyoğlu) www.360istanbul.com

istanbul360

Vogue
Se a intenção é tomar um drink ou almoçar em um lugar charmoso, minha indicação vai para o Vogue, localizado no 13º andar do Edifício Besiktas Plaza. Uma delícia sentar no terraço e contemplar a vista para o Bósforo. O lugar tem uma carta de vinho com mais de 200 rótulos e uma grande diversidade de pratos, com destaque para o rolo crocante de salmão, de comer ajoelhada.
Endereço: Akaretler Spor Cad. No:92 BJK Plaza A Blok K:1 Beşiktaş, 34357 İstanbul

 Mikla

Localizado no alto do Marmara Pera, um dos hotéis mais elegantes e caros da cidade, o Mikla é um restaurante de alta gastronomia, com uma das vistas mais imponentes de Istambul. Um dos pratos mais cortejados é o filé mignon grelhado ao vinho do porto reduzido, com batatas cremosas. Surreal!
Endereço: Mikla: Mesrutyiyet Cad. 167-185

Reina
Restaurante de cozinha variada, é um lugar para ver e ser visto, às 23h vira balada. Quem não se importa de gastar um pouco mais para comer bem, não pode deixar de visitá-lo.
Endereço: Ortaköy Mh., Muallim Naci Cd No:44, 34347




Carolina Felippi